Art Music by London

Boa tarde, Vistamaníacos!

Na semana passada, eu fui ao evento #GUETTAMRBRAINWASH, uma fusão de música eletrônica e arte – pra mim, nada mais atrativo, só pelo título; e mais ainda, pelo DJ que era o centro do evento: David Guetta.

Imagem

David Guetta – DJ internacional

Eu sou fã. Meu caso de amor com Guetta começou em Ibiza, lá em 2008, quando ele era famoso, mas nem tanto. A festa F*** me, I’m famous na Pacha sempre foi excelente! Desde então, já dancei até me acabar ao som de Guetta nas pick-ups numas oito baladas, a  última sendo aqui em Londres, no Alexandra Palace.

Os vídeos promovendo o evento eram bem enigmáticos: um local secreto em Londres, como se fosse uma rave underground – contra o sistema. O convite só chegou quatro dias antes e o local seria um prédio vazio, porém não abandonado, no centro de Londres. Eu realmente não sabia oque esperar!

Já do lado de fora do recinto, podíamos encontrar as obras de Mr. Brainwash, real name Thierry Guetta – um artista de guerilla francês, popularizado pelo documentário de Banksy “Exit through the gift shop”.  A arte de Mr. Brainwash consiste em, principalmente, alterar figuras famosas, ícones  ou obras de arte conhecidas; alguns dizem que ele é uma cópia de Bansky, já que o estilo subversivo é o mesmo; alguns dizem que Mr. Brainwash é uma “brincadeira” elaborada de Bansky, e que as obras são de sua autoria! Críticas e dúvidas a parte, a instalação era fabulosa, e eu, como gosto de Banksy, gostei dele também – ao entrar, eu me senti imersa num mundo surreal. Peças enormes e quadros, expostos no caminho levavam a pista de dança e um palco com MUSIC IS MY ART escrito. Nicky Romero entrou para tocar, seguido de Guetta. Em um evento só para convidados e não tão cheio, ficamos bem na cara do palco, a alguns metros do famoso DJ, e ele não decepcionou, com um mix de clássicos remixados, suas próprias músicas conhecidas e novidades.

No camarote do evento, patrocinado pelo energético Burn, várias celebridades, incluindo, dizem testemunhas, a top model Kate Moss. A noite teve como intuito não somente a preview da exibição mas também a filmagem de um documentário; David Guetta anunciou a criação de sua record label, tocando algumas tracks inéditas, como sua nova com vocais de Sia (pegando carona no sucesso de Titanium, que conta com a voz M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A de Sia; pra mim, uma jogada de gênio).

O evento, foi patrocinado pelo energético Burn; eu achei o máximo….dancei, descabelei e me diverti horrores. Voltei pra casa feliz, meio surda e super hyper de tanto energético gratuito. O difícil foi trabalhar no dia seguinte…

Abaixo algumas fotos do evento. Beijos!

Postado por Dani Dutra

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s