Uma noite cheia de bom gosto, no iff!

Estive em Campinas, na minha visita anual, que passa tão depressa que parece um final de semana ao invés de 23 dias. E claro que me joguei (moderadamente) na noite campineira. Visitei alguns lugares das antigas, que me trazem memórias boas e que nunca sairão do meu coração. Mas também queria conhecer algo diferente, que me lembrasse mais dos lugares que costumo frequentar aqui na Europa e quando viajo, que são mais a cara da Dani de hoje. Após muito papo de que “Campinas está caída”, “não tem onde ir”, devo um montão a uma amiga minha que, enquanto em outro bar na quinta feira, mencionou o Iff! Bar. Decidi que seria lá que faria minha “despedida” da noite campineira, na sexta, dia 12 de abril.

Autodenominado “um verdadeiro tributo ao bom gosto” eu não tenho como discordar. O iff! fica apegadinho ao Hotel Vitória, ali na Av. José de Souza Campos e o Hotel Vitória nunca decepciona – e esse é o caso com o Iff!. Aliás, superou as minhas expectativas.

Imagem

 

Parte externa Iff Bar/Créditos: Kellen Magalhães

Queria muito, mas não tinha reservado mesa, pois resolvemos no mesmo dia e quando liguei todas estavam reservadas – um bom sinal. Ao chegar, conversei com os seguranças na porta, que muito simpaticamente me encaminharam para a hostess que também muito atenciosamente me informou que não havia mais mesas, mas que se alguém não honrasse a reserva, ela me arrumaria uma.

Ao analisar o cardápio, notei que os preços não eram tão diferentes dos bares; a minha pedida, uma garrafa de Chandon Brut (que se seguiu de uma segunda, mas aí já é outra história…), custou R$ 88,00, um pouquinho menos que em um conhecido bar do Cambuí (se aqui em Londres praticamente só bebo champagne, ainda não tenho coragem de comprar em bares/baladas no Brasil – muito caro, em todo lugar, me sinto explorada!!!). Ao pedir a garrafa, o garçom, como todos os funcionários, super atencioso, arrumou uma mesinha pequena para que eu colocasse meu baldinho de gelo e mantivesse minhas borbulhas seguras e geladinhas!

Imagem

 

Espaço do bar/Créditos: Suzana Castro

Após alguns minutos, o garçom nos arrumou uma mesinha bem confortável. A decoração é moderna, com mesas baixas, um “sofá” corrido em uma das paredes, sofás, poltronas fofinhas, tudo à meia luz (que favorece a cutis) e o local tem mesmo bem cara de lounge.  É relativamente pequeno, o que cria um ambiente íntimo e aconchegante, mas ainda com algum espaço pessoal. Nesse dia não estava super lotado, situação que por sinal, é muito bem vinda…gosto de conforto. O único problema é que só há um banheiro feminino (sim, um cubículo!).

Imagem

Parte interna Iff Bar/Créditos: Kellen Magalhães

Os djs da noite, tocando música eletrônica (as sextas, deep house), mandaram bem, o pessoal bem bonito e numa faixa etária a partir dos 25, parecia estar curtindo. Durante a semana, variados gêneros musicais passam por lá – jazz, chorinho, blues, soul, latin, incluindo música ao vivo, vocal e instrumental, e DJ – tem até flashback! Eu pessoalmente acho isso muito legal, não conhecia nenhum lugar em Campinas com esse mix, especialmente de gêneros tão agradáveis. Amo blues. 

Imagem

Créditos: Suzana Castro

Mas o que mais me impressionou foi mesmo o nível de serviço prestado. Em alguns que eu fui, o mesmo foi no mínimo medíocre, demorado, sem vontade. Já no Iff!, ele é digno do ambiente.

Lá pelo finzinho da primeira garrafa, comecei a notar menos o ambiente… dancei… ri horrores… e aí veio a segunda garrafa, já mencionada de passagem acima mas que não receberá mais elaboração.  Os coquetéis são criados com aquele “showmanship” de barman de verdade, o Plum Fairy (não me pergunte o que tem nele, acredito que ameixas, só pelo “plum”) é uma delícia.

Imagem

Bartender/Créditos: Suzana Castro

Ah, e o estacionamento (do hotel, com manobrista), por R$ 16,00, mais barato que muito estacionamento de bar por aí.

Imagem

 

Créditos: Paulo Fleury

Super recomendo, pra uma noite sofisticada e com preços que finalmente justificam o “produto” recebido na noite campineira. Pra ser melhor, e vocês já devem saber que eu AMO um roof top, só se o iff! fosse na cobertura do hotel… 

Beijos

Postado por Dani Dutra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s