Chapéu: a trajetória de um dos acessórios mais famosos

No antigo Egito, por volta do ano 4.000 a.C., o chapéu tinha a finalidade prioritária de prender e proteger o cabelo. Designado como uma fita estreita em torno da cabeça, o material para a confecção desse acessório vinha exclusivamente de peles de animais. Por volta do século V,com a sua popularização, chega o momento em que as únicas pessoas a utilizarem o chapéu eram os nobres da alta corte, sacerdotes e guerreiros, pois seu efeito era a distinção social ou profissional de cada usuário.

Evolução do chapéu nos séculos XVIII e XIX

Evolução do chapéu nos séculos XVIII e XIX.

Sua história é destacada também em grandes momentos da humanidade. Nos séculos XVIII e XIX, aconteciam grandes revoluções em vários países. Um exemplo claro, em que o chapéu marcou a história em conjunto com seu personagem, foi o líder político e militar, Napoleão Bonaparte, importante figura nos últimos estágios da revolução francesa da época. Conhecido por sua impaciência, Napoleão I se distinguia com seu chapéu de aba curvada nos lados e alongada no centro. Alguns diziam que Napoleão usava o respectivo chapéu também para aumentar sua estatura, já que naturalmente dispunha apenas de 1,67 metros de altura.

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte

Outro grande marco na história,em que o chapéu intercede se deu no cinema. Conhecido pelo gênero Western, ou filme bang-bang, esse estilo tomou início no oeste do EUA em 1903, em que grandes produções elaboravam suas histórias em decorrência das características principais dos personagens, a exemplo do figurino, e entre ele o famoso chapéu estilo cowboy. Os atores Clint Eastwood e Paul Newman foram grandes pioneiros desse estilo no cinema da época.

Paul Newman e Clint Eastwood

Paul Newman e Clint Eastwood

No contexto feminino do tema, o chapéu também é tido como grande destaque. Atualmente, o melhor exemplo a ser ressaltado é o estilo das mulheres britânicas, em que os famosos Fascinators, nome dado aos respectivos chapéus usados, chamam a atenção pela beleza e, às vezes, extravagância.

Mulheres britânicas e os famosos fascinators

Mulheres britânicas e os famosos fascinators.

A condessa Kate Middleton, esposa do príncipe William, sempre acentua em seus looks os Fascinators britânicos, tanto em apresentações oficiais ou eventos casuais.

Alguns são delicados, e outros ressaltam o estilo extravagante.

Alguns são delicados, e outros ressaltam o estilo extravagante.

 Kate Middleton

Kate Middleton

Seja um acessório inserido no estilo individual ou um complemento para um cenário histórico, é nítido que o chapéu sempre elevará sua trajetória durante muito tempo.

Postado por Camila Campos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s