MadMen: a série de televisão elogiada por sua autenticidade histórica no contexto publicitário americano

Criada em 2002, pelo roteirista e diretor Matthew Weiner, a série intitulada MadMen atualmente se tornou um marco na televisão americana, cujo resgate foca nas mudanças sociais das décadas de 1950 e 1960, ocorridas nos Estados Unidos, especialmente veiculadas a publicidade da época. Em 19 de julho de 2007, a série foi concebida e começou a ser transmitida pelo canal AMC, ao qual Ed Carroll, diretor geral do canal, estava procurando a primeira série original por excelência com esse tema.

Capa da série Mad Men. Fonte: HBO

Capa da série Mad Men. Fonte: HBO

A trama se baseia inicialmente na agência de publicidade fictícia Sterling Cooper, localizada na Madison Avenue, em Nova York. Seu foco se estende no personagem principal Don Draper, interpretado pelo ator Jon Hamm, sendo diretor de criação da Sterling Cooper e um dos sócios-fundadores.As pessoas que fazem parte de seu círculo social, com destaques para a parte profissional das agências de publicidade e o lado pessoal de cada personagem também são retratados na série.

Jon Ham no papel de Don Draper, o personagem principal de Mad Men. Fonte: Getty Images

Jon Ham no papel de Don Draper, o personagem principal de Mad Men. Fonte: Getty Images

Os elogios à série são emitidos para o roteiro, as atuações, o estilo visual e o figurino, tudo escolhido com muito empenho pela produção. A abertura da série também foi alvo das ótimas críticas. Criada especialmente pela prestigiada produtora Imaginary Forces, responsável por grandes aberturas de filmes e séries, a exemplo de Jurassic Park, de Steven Spielberg, a animação gráfica mostra um executivo caindo de um prédio, cercado por arranha-céus e exemplos de outdoors publicitários, acompanhados por uma versão curta e editada da canção instrumental A Beautiful Mine, da banda americana RJD2. A produtora quis homenagear algumas aberturas de arranha-céus do designer gráfico Saul Bass, que em seus diversos trabalhos realizados se destacaram para os filmes de Alfred Hitchcock, como Intriga Internacional, de 1959, e o pôster do filmeVertigo-Um Corpo que Cai, de 1958.

Abertura da série em homenagem ao poster do filme Vertigo, de Alfred Hitchcock. Fonte: Getty Images

Abertura da série em homenagem ao poster do filme Vertigo, de Alfred Hitchcock. Fonte: Getty Images

Ao longo dos episódios os temas variam entre o tabagismo, alcoolismo, sexismo, feminismo, adultério, homofobia, racismo e antissemitismo. Comum na década de 1960, o tabagismo aparece em muitas cenas, com a maioria dos personagens fumando no decorrer dos episódios, sendo mulheres e homens. Em uma entrevista para o jornal americano, The New York Times, Matthew Weinercomentou sobre essa questão. “Era muito normal fumar em praticamente todos oslugares dos EUA; no metrô, lugares fechados, restaurantes, enfim, e não só os homens, mas também as mulheres que emalgumas vezes fumavam até na gravidez, como retratado em alguns episódios da terceira temporada pela personagem Betty Harris, esposa do Don Draper, interpretada pela atriz January Jones. Fizemos questão de retratar isso em seu mais perfeito cenário”, disse.A atriz nunca tinha fumado e precisou de cigarros especiais, com um teor de tabaco mais fraco, para as suas cenas.

January Jones em cena de Mad Men, outros personagens se destacam em cenas de fumo. Fonte: Getty Images

January Jones em cena de Mad Men, outros personagens se destacam em cenas de fumo. Fonte: Getty Images

Outro destaque se dá pela criação das propagandas de grandes marcas, que hoje são conhecidas mundialmente. A campanha ThinkSmall, do Volkswagen Fusca, e o projetor de slides da Kodak Carousel, são alguns dos exemplos que foram evidenciados nos episódios 12 da segunda temporada da série.

A campanha Think Small, do Volkswagen Fusca, e o projetor de slides da Kodak Carousel. Fonte: Getty Images

A campanha Think Small, do Volkswagen Fusca, e o projetor de slides da
Kodak Carousel. Fonte: Getty Images

Atualmente a série está na reta final da sexta temporada, com produção para a sétima e última temporada confirmada. O canal responsável pela série dividirá essa temporada em duas partes: a primeira será transmitida ao longo de 2014, e a segunda parte ao longo do ano seguinte. MadMen já ganhou quatro prêmios Emmy de série dramática, em 2008, 2009, 2010, e 2011. No Brasil, a série é veiculada pelo canal aberto TV Cultura,todo o sábado às 00h30, e pelo canal fechado HBO, em dias e horários alternados.

Postado por: Camila Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s