A carreira de Edith Head: uma das figurinistas mais importantes de Hollywood

Mesmo sem dotes para o desenho, Edith Head, uma iniciante estilista nascida no dia 28 de outubro de 1898, em Nevada nos Estados Unidos, foi contratada pelo importante estúdio cinematográfico, Paramount Pictures, nos anos 50, para auxiliar nos figurinos de jovens atrizes em ascensão: entre elas estavam Elisabeth Taylor, Audrey Hepburn, e Grace Kelly.

Edith Head. Fonte: Getty Images

Edith Head. Fonte: Getty Images

Naquela época, as atrizes não tinham a opinião de escolherem suas roupas para os filmes, mas Edith fazia questão de saber o gosto de cada uma, e o que melhor caiam nas jovens. Severa e ao mesmo tempo amável, a estilista foi uma das percussoras a solicitar, em 1948, ao comitê responsável pelo Oscar, a categoria de melhor figurino, e com isso conseguiu oito estatuetas durante sua carreira, entre 1950 a 1974.

Edith e seus 8 prêmios Oscar conquistados durante sua carreira. Fonte: Getty Images

Edith e seus 8 prêmios Oscar conquistados durante sua carreira. Fonte: Getty Images

Foram muitos os sucessos que Edith Head trabalhou, a exemplo de Um Lugar ao Sol (1952), onde a estilista desenhou o vestido de tule branco usado por Elisabeth Taylor, sendo uma das peças mais copiadas da história do cinema. Elisabeth e Edith ficaram grandes amigas nos bastidores das gravações do longa, tanto que em uma entrevista a revista People, em junho de 1975, Elisabeth comentou que Edith foi a estilista com quem mais gostou de trabalhar durante sua carreira no cinema.

O vestido de tule branco usado por Elisabeth Taylor, e o esboço criado por Edith. Fonte: Getty Images

O vestido de tule branco usado por Elisabeth Taylor, e o esboço criado por Edith. Fonte: Getty Images

Outro destaque dos figurinos de Edith se deu ao desenhar e, com isso, ajudar a projetar a carreira de Audrey Hepburn em A Princesa e o Plebeu (1954), primeiro filme estrelado pela atriz. Edith se espantou com as medidas magras de Audrey, mas ainda sim conseguiu desenhar todos os figurinos usados pela artista no filme, na qual levou seu quinto Oscar de melhor figurino com o trabalho.

Um dos figurinos usado por Audrey Hepburn em A Princesa e o Plebeu. Fonte: Getty Images

Um dos figurinos usado por Audrey Hepburn em A Princesa e o Plebeu. Fonte: Getty Images

Edith tinha como diretor preferido Alfred Hitchcock, que na qual ele entregava a Edith uma extensa liberdade de criar suas produções. Um exemplo assíduo desse fator foi o figurino usado por Grace Kelly, em o Ladrão de Casaca (1955), com destaque para um longo azul claro. O vestido de festa amarelo também usado por Grace no filme foi outro exemplo elogiado pela crítica na época.

Vestido azul claro usado por Grace Kelly. Fonte: Getty Images

Vestido azul claro usado por Grace Kelly. Fonte: Getty Images

Outro vestido desenhado por Edith em o Ladrão de Casaca. Fonte: Getty Images

Outro vestido desenhado por Edith em o Ladrão de Casaca. Fonte: Getty Images

Edith Head morreu em 24 de outubro de 1981, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Sua marca e atenção à elegância e cores sóbrias marcaram sua carreira, e com certeza influenciou muitos aspirantes a figurinistas pelo mundo.

Postado por: Camila Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s