Dilma X Aécio: política e moda unificadas para o segundo turno

Boa tarde, pessoal!

No post de hoje iremos falar sobre o dress code de um presidente, sua importância e os principais destaques para a indumentária, até então, utilizada pela presidente Dilma em seus quatro anos de mandato como presidente do Brasil.

Dress Code nada mais é do que um código de vestimenta adequado para determinada ocasião, ou seja, a escolha mais adequada de um look.

Tal código é importante para padronizar as pessoas em locais corporativos, apresentando seu cargo dentro da empresa como, também, se vestir adequadamente para determinado evento.

“Os políticos sabem muito bem que técnicas de um bom image maker conseguem exteriorizar em sua imagem o que têm de melhor: suas ideias, suas convicções, sua história, sua competência administrativa, sua bondade e sua ética, entre outras qualidades”, diz Bia Kawasaki, consultora de moda, stylist e autora do livro “Dress Code – Impacto da Imagem Pessoal nos Negócios”. “As roupas são símbolos do poder desde sempre, a exemplo das leis suntuárias, que são imposições vindas de cima para baixo, que proíbem ou obrigam o uso de alguma coisa. Em Roma, por exemplo, só o imperador podia vestir a cor púrpura. Outro código de poder era o salto vermelho de Luiz XIV. Uma das mais recentes leis suntuárias daqui foi permitir que as mulheres usassem calça comprida nos fóruns. As leis são mais amenas hoje em dia, há bastante liberdade de vestir no ocidente”, compara João Braga, professor de História da Moda da Faap.

“Dilma é superclássica e, na tentativa de dar contemporaneidade, ela arroja um pouco no cabelo, mas não arroja na roupa, não é da postura dela. Ela não é uma pessoa fashion. Ela cumpre o papel de regente do País. Ela é clássica em toda a indumentária, inclusive nos acessórios, e usa de vez em quando um pingente de olho grego como amuleto”, observa o professor.

No entanto, Bia Kawasaki afirma que Dilma deveria usar mais trajes brancos, pois a favorecem, do que o vermelho, cor que gosta de vestir em comícios.

“O vermelho não é uma cor tão simpática para o eleitor porque lembra sangue, sofrimento e comunismo, que tem sido amplamente questionado em todo o mundo. Eu evitaria esse excesso de vermelho porque também pode ter a seguinte leitura: ‘estou mais comprometida com o meu partido do que com o País’”, aponta Bia. Os tons da bandeira nacional, principalmente o verde, que a presidente costuma usar em compromissos para representar o Brasil, também não são indicados. “O brasileiro não gosta desse tipo de estereótipo, fica uma coisa meio carnavalesca, meio Carmem Miranda. Brasileiro não simpatiza com isso, ele gosta do belo. O verde cor de bandeira tem um tom muito mais caricato do que profissional”, explica a consultora.

(Fonte: Chic)

O terninho vermelho, além de ser uma cor que deixa as pessoas nervosas. Tal cor também representa o escudo da empresa dela, ou seja, do PT.

Vermelho: usado em comícios e que representa o PT./Créditos: site Veja

Vermelho: usado em comícios e que representa o PT./Créditos: site Veja

A cor branca é para deixar o look dela um pouco mais leve já que tem a expressão de uma pessoa carregada.

Branco: apresenta leveza e favorece Dilma./Créditos: site Estado de São Paulo

Branco: apresenta leveza e favorece Dilma./Créditos: site Estado de São Paulo

A renda mostra que, mesmo no famoso P&B, a candidata tenta mostrar um pouco que entende de moda.

Rendas e P&B: clássico com um toque de moda./Créditos: site Terra

Rendas e P&B: clássico com um toque de moda./Créditos: site Terra

Um tradicional terno preto com gravata azul, trazendo mais formalidade mas com um pouco de criatividade na estampa da gravata.

Clássico terno preto e gravata contemporânea./Créditos: site Época

Clássico terno preto e gravata contemporânea./Créditos: site Época

 Uma combinação de terno bege e gravata azul para estar alinhado e ao mesmo tempo mais aberto para compromissos que possibilitam esse código de vestimenta.

Mix de cores com estampa./Créditos: site Parlamento Brasil

Mix de cores com estampa./Créditos: site Parlamento Brasil

 Apesar de ser um terno com uma estampa o tornando mais informal ele traz na camisa e na gravata a seriedade com que assumiu os seus compromissos deste dia e o sorriso é o acessório para complementar o despojado do dia.

Escolha certa para uma entrevista em rede nacional./Créditos: site G1

Escolha certa para uma entrevista em rede nacional./Créditos: site G1

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s