Das telas para a moda: a indicação dos melhores figurinos no Oscar 2015

.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta quinta-feira, 15 de janeiro, os indicados ao Oscar 2015, que ocorrerá no dia 22 de fevereiro.  Entre os  filmes indicados na categoria de melhor figurino, temos o destaque de três longas que conquistaram o cinemaníacos e os fashionistas.

Vejam abaixo os “queridinhos dos fashionistas” para o Oscar 2015!

Caminhos da Floresta” (“Into the Woods”)

Figurinista: Colleen Atwood

Esta é a 11ª indicação de Colleen Atwood ao Oscar. Assim como sua colega Milena Canonero, indicada por “O Grande Hotel Budapeste”, ela já tem três estatuetas, conquistadas pelos figurinos de “Alice no País das Maravilhas”, de 2010, “Memórias de uma Gueixa”, de 2005, e “Chicago”, de 2002. Colleen não havia visto o musical de mesmo nome, e não procurou ver antes de fazer a pesquisa para o filme. Grande parte da inspiração veio quando ela se integrou às equipes que trabalhavam em outras áreas, em especial a da criação da floresta. O filme mistura vários contos de fadas diferentes e, por isso, ela se preocupou em manter essa distinção nos figurinos: Rapunzel segue um estilo mais Renascentista, Cinderela, mais século 18, enquanto outros seguem um estilo clássico de contos de fadas. Os personagens de vários contos se encontram dentro da mata onde um casal se embrenhou para quebrar uma maldição lançada por uma bruxa. Durante a busca, eles passam por Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel e outros personagens.

Na onda dos contos de fadas, que iniciou um hit, a partir de “Alice no País das Maravilhas”, 2010, o destaque na moda é visto tanto nas maquiagens quanto na indumentária.

Apesar do filme “Caminhos da Floresta” será estreado em 29 de janeiro no Brasil, já é possível confirmar algumas apostas de estilistas norte-americanos e europeus inspirados no pantone do figurino do filme

Meryl Streep em “Caminhos da Floresta”./Créditos: site Cinemania

Meryl Streep em “Caminhos da Floresta”./Créditos: site Cinemania

Malévola” (“Maleficent”)

Figurinistas: Anna B. Sheppard e Jane Clive

Enquanto esta é a primeira indicação de Jane Clive ao Oscar, Anna B. Sheppard já foi indicada outras duas vezes, mas nunca venceu. O filme conta a história de amor entre a fada Maleficient e um fazendeiro. O desejo por poder de Stefan o leva a traí-la, e Maleficient acaba por lançar uma maldição contra o fazendeiro e incita uma guerra. Segundo Anna, a atriz Angelina Jolie era a guia do time de designers. Um detalhe interessante é que os chifres usados por Angelina eram, na verdade, magnéticos: o cabelo era recoberto por uma espécie de turbante com ímãs, assim como os chifres, que podiam ser removidos facilmente.

Assim como no filme citado acima, “Malévola” mostrou o toque do bem e do mal dentro de alguém e a verdadeira história da “bruxa” conhecida na trama da “A Bela Adormecida”.

Esse filme não só apresentou um novo conceito de bruxa, assim como foi apresentado um novo conceito de vampiro na “Saga Crepúsculo” como, também, inspirou várias marcas, nacionais e internacionais, no setor de indumentária e cosméticos, a apostar na onda Malévola.

A marca de cosméticos MAC e a marca nacional Cavalera apostaram firmemente no conceito “bruxa do bem”.

Angelina Jolie em “Malévola”./Créditos: site Vogue Brasil

Angelina Jolie em “Malévola”./Créditos: site Vogue Brasil

(Fonte: FFW)

Até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s