SPFW Verão 2016

Olá, pessoal!

No post de hoje falaremos sobre a 39ª edição do SPFW.

A 39ª edição do São Paulo Fashion Week celebra os 20 anos da maior semana de moda do hemisfério sul e homenageia o fazer – o fazer que constrói, inclui, inspira, educa e transforma a partir do trabalho e esforço das mais diversas pessoas em torno de objetivos comuns. “O fazer é otimista, posiciona, proporciona identidade, dignidade. Nesta edição, vamos falar das pessoas. O poder das pessoas está no fazer, nos elos que se constroem a partir destas relações. É a moda cada vez mais humanizada”, afirma Paulo Borges, diretor criativo do SPFW.

A partir da concepção de Paulo Borges, a cenografia da edição tem projeto e realização da Fresh Design. O SPFW acontece de 13 a 17 de abril, no Parque Cândido Portinari, em São Paulo. Com um calendário intenso, a temporada verão/2016 abriga exposições e ações, mais uma vez levando conteúdo de moda para toda a cidade.

Gisele Bündchen, Iggy Pop, Isabelli Fontana e Mariana Weickert são algumas das personalidades da desta edição, a qual apresentará os conceitos do Verão 2016.

Mas isso parece mero detalhe quando o assunto são as supermodelos de biquíni, a despedida de Gisele Bündchen das passarelas e a presença do roqueiro Iggy Pop. Além disso, o evento conta cada vez mais com o jeitinho carioca, já que marcas tradicionais do Rio migraram para a Terra da Garoa. Tem ainda histórias surpreendentes, como a do ex-garçom que virou modelo. Confira e acompanhe tudo até sexta-feira, 17, no EGO!

A top brasileira vai desfilar na noite de quarta-feira, 15, pela grife Colcci. Será o último desfile da modelo, que vai se aposentar das passarelas. A emoção é tanta que os pais, Valdir e Vânia, e as cinco irmãs, Raquel, Graziela, Gabriela, Rafaela e a gêmea Patrícia vão filmar tudo da primeira fila. O maridão Tom Brady não deve vir, já que vai cuidar dos filhos do casal, Benjamin e Vivian, em Boston.

SPFW Verão 2016./Créditos: site Super Moderna

SPFW Verão 2016./Créditos: site Super Moderna

Iggy Pop

Aos 67 anos de idade, o roqueiro está cotado para ser a estrela do lançamento de uma linha de óculos da Chilli Beans feita em parceria com a Swarovski. Ele deverá fazer uma performance na segunda-feira, 13.

Supermodelos de biquínis

As angels Isabelli Fontana e Laís Ribeiro estarão no casting da grife Água de Coco por Liana Thomaz, na terça-feira, 14. Quem também deve mostrar sua boa forma  é a top Raica Oliveira. Aliás, a semana promete ser quente. Teremos ainda o desfile da Triya, Salinas, Lenny Niemeyer e Adriana Degreas.

União do eixo Rio-São Paulo

Com a ausência do Fashion Rio, estilistas e grifes que fizeram fama na orla carioca precisaram pegar a ponte áerea para garantir lugar ao sol entre os compradores internacionais.

Veteranos nos desfiles

O desfile da TNG é sempre um fashion show com celebs nas passarelas. Para esta temporada, veteranos como Gianne Albertoni, Paulo Zulu, Mariana Weickert e Shirley Mallmann foram escalados para mostrar a coleção, que virá com muito jeans. Aliás, Mariana também irá criar uma linha de jeans feminino para a marca. O evento acontece na segunda-feira, 13.

Ex-garçom Jader Paz vira modelo e estreia no SPFW.

Ex-garçom estreia na passarela

O belo par de olhos azuis e e um corpo sequinho com barriga sarada fizeram com que o catarinense Jader Paz, de 21 anos, mudasse radicalmente de emprego e de vida. O rapaz deixou o antigo trabalho como garçom em um restaurante em Florianópolis para riscar as passarelas de moda Brasil afora e fará sua estreia no SPFW.

Esporte e moda

Serão apresentandos os uniformes das delegação do Brasil para as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Pan-americanos e Parapan-americanos, que vão acontecer em Toronto e funciona como esquenta para as Olimpíadas Rio 2016. O evento será na quinta-feira, 16.

Exposição fotográfica               

O fotógrafo Bob Wolfenson assina a exposição “Sonhando Acordado”, que traz imagens de estilistas, designers, modelos, artistas, músicos, maquiadores e stylists em clima de descontração. As fotos estimulam a amizade, a troca de ideias e sonhos que contam a história das pessoas do evento e seus bastidores.

(Fonte: FFW, G1, GNT e Cenário MT)

Até mais!

Lei da Cultura Viva

O lançamento da Lei Cultura Viva e da regulamentação da Política Nacional de Cultura Viva será realizado na próxima quarta-feira (8), em Brasília, com a presença do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e de gestores estaduais e municipais de cultura, parlamentares, representantes da sociedade civil e representantes de diversas expressões artísticas e culturais do Brasil.

Os Pontos de Cultura agora têm legislação própria, a Lei Cultura Viva. São mais de 4 mil Pontos presentes em cerca de mil municípios de 26 estados brasileiros, que reúnem em suas ações cerca de 8 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).           

Cultura Viva./Créditos: site Vermelho Org

Cultura Viva./Créditos: site Vermelho Org

Em julho de 2014, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei Cultura Viva, que transformou o então Programa Cultura Viva e sua ação estruturante mais conhecida, os Pontos de Cultura, na Política Nacional de Cultura Viva, simplificando e desburocratizando os processos de prestação de contas e o repasse de recursos para as organizações da sociedade civil.

Entre os principais beneficiários e protagonistas do Cultura Viva estão a juventude e os grupos tradicionais. A política alcança a produção cultural que vem das periferias e do interior do Brasil, passando da cultura digital aos povos indígenas. Os Pontos também se tornaram referência de política cultural fora do Brasil, tendo sido adotados em vários países da América Latina, como Argentina, Chile, Peru, Colômbia e Costa Rica.

A Lei Cultura Viva foi o resultado de um intenso processo de escuta e participação social, que envolveu os Pontos de Cultura, parlamentares, gestores estaduais e municipais, universidades e órgãos de controle. Foram propostos dois novos instrumentos de gestão da política, uma reivindicação histórica dos Pontos: a autodeclaração, por meio do Cadastro Nacional de Pontos e Pontões de Cultura, e o Termo de Compromisso Cultural (TCC).

A autodeclaração dos Pontos de Cultura vai permitir o reconhecimento, o mapeamento e a certificação de entidades e coletivos culturais que queiram se tornar Pontos de Cultura. Já o Termo de Compromisso Cultural (TCC) será um novo instrumento de parceria entre o Estado e os Pontos que receberão recursos, mais simplificado e adequado à realidade dos agentes culturais.

Serviço:
Lançamento da Lei Cultura Viva – Encontro de Redes
Data: 8 de abril
Horário: 16h30
Local: Sala Funarte Cássia Eller
Eixo Monumental, Setor de Divulgação Cultural – lote 2, Brasília

(Fonte: Imprensa MinC)

Até mais

Lollapalooza 2015

 

Olá, pessoal!

No post de hoje falaremos sobre o Lollapalooza 2015.

A edição 2015 do Lollapalooza terminou neste domingo (29) com um público de 70 mil pessoas no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Os shows de Pharrell Willams, Smashing Pumpkins, Jack White e Bastille foram os destaques de cada noite. Outros artistas como Calvin Harris e Foster the People também conquistaram o público e tiveram suas músicas entre as mais cantadas.

Lollapalooza 2015./Créditos: site Portal Rock Line

Lollapalooza 2015./Créditos: site Portal Rock Line

Em sua segunda edição, o festival pareceu mais adaptado à nova casa e deixou de lado alguns problemas do último ano. Mesmo com a carga de 136 mil pessoas nos dias 28 e 29 de março, número bem parecido com o de 2014, a mobilidade não apresentou problemas e a circulação entre os palcos ficou livre, ainda que distante, possivelmente pelo line-up mais homogêneo.

Apesar de muitos questionarem o potencial, e não o valor, Smashing Pumpkins como headliner, e se decepcionarem com a curta duração do show de Pharrell Williams, a programação do Lolla foi bem pensada. Em mais de uma ocasião, o público até aproveitou os momentos longos de “janela” entre shows interessantes para conferir algumas ações ou visitar o Chef Stage.

A parte gastronômica do evento também foi bem pensada. Para quem só costuma comer amendoim e minipizza em dia de show, o Lollapalooza trouxe o Chef’ Stage, um espaço com mais de 20 estandes com várias opções gastronômicas, além de 40 foodtrucks espalhados pelo Autódromo de Interlagos. Entre as opções, baião de dois, risoto toscana, cachorro-quente, brownies, estrogonofe, fondue mexicano e até bacalhau. No quesito variedade, ponto para a organização que ofereceu comida gostosa e muito mais opções que na última edição.

Food Truck Lollapalooza./Créditos: site Festivalando

Food Truck Lollapalooza./Créditos: site Festivalando

Destinado às atrações com menos público, o Palco Perry recebeu um tratamento especial na edição do Lollapalooza de 2015. Foi ele que recebeu, aliás, o show enérgico do rapper Childish Gambino na noite de domingo, enquanto a maior parte do público se dividia entre os palcos Skol e Axe, onde Pharrell e Smashing Pumpkins fechariam o festival, respectivamente. Assim como a tenda eletrônica, a área recebeu uma iluminação mais caprichada do que a edição anterior e até pirotecnia.

Confiram, abaixo, o resumo dos dois dias de Lollapalooza!

No sábado, cerca de 66 mil pessoas viram a apresentação de Jack White, que foi o grande destaque da noite, com o fechamento apoteótico de “Seven nation army”. Bastille, grupo do vocalista Dan Smith, mostrou no palco ao lado como se faz pop rock dançante e sem vergonha.

Já o DJ e produtor Skrillex estava decidido a interagir com seus fãs e, em 15 minutos de show, pediu “levantem a mão para cima” e mais tarde “eu te amo, Brasil” em português. Única legítima lenda do rock do Lollapalooza, Robert Plant conseguiu satisfazer o público que veio sedento para ver um verdadeiro Led Zeppelin no palco. Foram sete clássicos da banda no show: “Babe I’m gonna leave you” (composição de Joan Baez), “Black dog”, “Going to California”, “The lemon song”, “What is and what should never be”, “Rock and roll” e “Whole lotta love”.

Skrillex./Créditos: site 2 BP

Skrillex./Créditos: site 2 BP

Domingo foi um dia mais voltado ao pop, mas o rock também deu as caras com Smashing Pumpkins e Interpol. A maioria do público que foi ao Lollapalooza queria mais era dançar e pular ao som dos hits de Pharrell Willams e Calvin Harris. No meio termo entre o dançante e o rock, o Foster the People mostrou força.

Pharrel Williams./Créditos: site Papel Pop

Pharrel Williams./Créditos: site Papel Pop

(Fonte: G1 e Terra)

Até mais!

Gisele Bundchen: aposentadoria prematura?

Olá, pessoal!

No post de hoje falaremos sobre uma notícia que deixou vários amantes da moda tristes.

No topo da carreira, a modelo Gisele Bündchen anunciou nesta última quarta-feira (18) que vai se aposentar das passarelas. “Gisele vai focar em projetos especiais e também destinar mais tempo à sua prioridade número um: sua família”, declarou a irmã e representante de Gisele no Brasil, Patrícia Bündchen, em nota à imprensa.

Segundo a revista ‘Forbes’, ela é a modelo mais bem paga do mundo e já estava reduzindo desfiles. Gisele programa se despedir dos desfiles em seu próprio país, durante o desfile da marca Colcci, que acontece de 13 a 17 de abril, na Semana de Moda em São Paulo.

Consultadas pela AFP (Agence France-Presse), a porta-voz da modelo e também a assessoria de imprensa da Colcci não confirmaram a notícia, mas anunciaram que o mistério acabaria na quarta.

Gisele Bundchen./Créditos: site Veja Abril

Gisele Bundchen./Créditos: site Veja Abril

A gaúcha possui fama de ser trabalhadora e rigorosa, herança, segundo os que a conhecem, de sua ascendência alemã. A modelo é casada com o ídolo do futebol americano Tom Brady, do time New England Patriots. O casal tem dois filhos: Benjamin e Vivian, e a família mora nos Estados Unidos.

Gisele iniciou carreira aos 14 anos. Ao longo dos 20 anos, consolidou a carreira que hoje é refletida em grandes campanhas, com a modelo como garota propaganda, como a Chanel. Já trabalhou para marcas como Alexander Wang, Balenciaga, Valentino, Victoria’s Secret, Versace e Louis Vuitton. Em 2011, a modelo criou a própria marca de lingeries, Gisele Bündchen Intimates.

Segundo a revista ‘Forbes’, a modelo embolsou US$ 47 milhões no último ano, é a modelo mais bem paga no mundo e ostenta o título há oito anos.

(Fonte: G1)

Até mais!

50 tons de cinza: a nova moda de Rita Lee

Olá, pessoal!

No post de hoje falaremos sobre a rainha do Rock nacional, Rita Lee.

Os fãs que estavam acostumados a ver a cantora Rita Lee com os tradicionais cabelos ruivos desde os anos 1970 tiveram uma surpresa nos últimos dias. É que a musa do rock nacional apareceu, em foto do Instagram, com os cabelos totalmente grisalhos. Nos comentários, os fãs elogiaram a mudança da cantora. “Arrasou! Digna de rainha do rock!”, disse uma seguidora.

Em tons de cinza, Rita Lee apresenta novas madeixas em seu Instagram./Créditos: site Glamour

Em tons de cinza, Rita Lee apresenta novas madeixas em seu Instagram./Créditos: site Glamour

A vida e obra de Rita Lee serão contadas no espetáculo “Rita Lee mora ao lado”, que esteve em cartaz no Teatro Municipal de Paulínia, em Paulínia, no último final de semana ( ias 14 e 15 de março).

 Com Mel Lisboa no papel da cantora. O texto, adaptado da biografia de mesmo nome, a trama narra toda a trajetória de Rita Lee desde a infância até os dias atuais, passando pela parceria com os Mutantes e a carreira solo de sucesso. Na trilha sonora, não devem faltar clássicos do setlist de Rita como Mania de vocêOvelha negraAgora só falta você.

A musa do rock nacional fez parte da primeira formação dos Mutantes, ao lado de Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, gravando clássicos como A minha meninaBat Macumba e Panis et circensis. Nos anos 1970, embarcou em carreira solo ao lado da banda Tutti Frutti, lançando discos como Fruto proibido (1975). Os sucessos Ovelha negra e Mania de você pavimentaram o caminho para a explosão do rock nacional nos anos 1980. Até hoje, Rita é citada como inspiração por muitos músicos, entre eles a baiana Pitty.

Mel Lisboa como Rita Lee no musical “Rita Lee Mora ao Lado”./Créditos: site G1

Mel Lisboa como Rita Lee no musical “Rita Lee Mora ao Lado”./Créditos: site G1

(Fonte: G1 e Glamour Brasil)

Até mais!

Branco e dourado ou azul e preto?

Olá, pessoal!

No post de hoje falaremos sobre o polêmico vestido que causou frisson na internet na semana passada.

“Gente, por favor, me ajudem!  Este vestido é branco e dourado ou azul e preto?”. Assim começou a polêmica que tomou conta da internet desde a noite do dia 26 de fevereiro e está entre os assuntos mais comentados do Twitter, no Brasil e no mundo.

A dúvida surgiu em uma foto postada por uma internauta em seu Tumblr e rapidamente se alastrou nas redes sociais.

O Twitter se dividiu entre as pessoas que acham que o vestido é #PretoeAzul e as que acham que ele é #BrancoEDourado e a ‘briga’ gerou um número incontável de piadas e comentários .

Celebridades como Ellen DeGeneres, Taylor Swift e Kim Kardashian também entraram na discussão. Segundo a ‘Wired’, a grande polêmica sobre qual é a real cor do vestido está ligada à maneira como nosso cérebro interpreta a luz que chega pela nossa retina para transformá-la em imagem.

Edição da imagem pela BBC./Créditos: site BBC News

Edição da imagem pela BBC./Créditos: site BBC News

Um neurocientista entrevistado pela revista explica que os seres humanos evoluíram para enxergar à luz do dia, mas essa luz muda de cor. A tentativa do cérebro de compensar a variação cromática seria a responsável por fazer com que as pessoas vejam o vestido de maneira diferente.

Para chegar a uma conclusão, a BBC usou um software de edição de imagens para analisar os tons do vestido. Após a análise, a conclusão foi a de que o vestido é, na verdade, azul e preto.

“Ao aumentar a saturação – tornando as cores existentes mais fortes, mas sem acrescentar novas cores – o vestido aparece azul para todos”, afirmou a editora de fotografia do Serviço Mundial da BBC, Emma Lynch.

Outra foto publicada posteriormente pela usuária do Tumblr acaba com as dúvidas: o vestido é mesmo azul e preto.

O vestido é preto e azul, da marca Roman Originals./Créditos: site Veja Abril

O vestido é preto e azul, da marca Roman Originals./Créditos: site Veja Abril

(Fonte: BBC e G1)

Até mais!

O fashionismo e a excentricidade no Oscar 2015

Olá, pessoal!

No último domingo, 22 de fevereiro, ocorreu a 87ª premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, no Teatro Dolby, em Los Angeles, Estados Unidos.

O evento é um dos mais esperados do ano tanto pela importância da premiação do cinema quanto pela visibilidade das celebridades e, consequentemente, dos seus looks.

Dentre os principais destaques da noite, os looks mais comentados pelas mídias, nacionais e internacionais, foram o da atriz e cantora Jennifer Lopez, que vestiu um vestido nude Elie Saab; a atriz Emma Stone com um vestido verde claro, também, de Elie Saab; a atriz Rosamund Pike com um vestido vermelho de Givenchy;  Scarlet Johansson com um vestido verde esmeralda da Versace; Jennifer Aniston com um vestido com brilho perolado, também da Versace; Lupita N´Yongo com vestido branco bordado com mais de seis mil pérola da marca Calvin Klein, elaborado por Costa Francisco; Meryl Streep com p&b da Lanvin e, por fim, a cantora Lady Gaga, que usou um longo branco de Azzedine Alaia com luvas vermelhas.

looks famosasOs looks TOP 15 do Oscar./Créditos: site Fashionismo

Como todos sabem, Lady Gaga é conhecida no mundo da moda como um personalidade excêntrica e que sempre gerou polêmica nos red carpets, devido à escolha de seus looks e composições.

A cantora foi escalada para cantar a trilha sonora do filme “A Noviça Rebelde”, que completou 50 anos, em 2015. Gaga mostrou ao público o seu vocal extremamente potente e único e emocionou a todos, inclusive a atriz Julie Andrews, 79 anos, que interpretou a noviça, e que subiu ao palco para apresentar os indicados a Melhor Trilha Sonora.

lady e julieLady Gaga e Julie Andrews./Créditos: site Celebrity. UK

No entanto, apesar de Gaga tem impressionado a todos, inclusive o telespectador pela sua voz, performance e pelo vestido clássico e fino sem exageros, a cantora foi alvo de muitas críticas, polêmicas e sátiras pelas luvas que usou para ir ao Oscar.

Lady Gaga./Créditos: site Marie Claire

A primeira famosa que retomou o uso das luvas, e que também foi alvo de críticas, foi a mulher do ator George Clooney, Amal Alamuddin, no Globo de Ouro 2015, em janeiro, vestido um vestido preto da Dior e luvas longas brancas.

luvas amalGeorge Clooney e Amal Alamuddin./Créditos: site G1

As luvas surgiram a 1.500 anos a.c para serem utilizadas em lavouras e construções. Com o tempo, o acessório passou a ser utilizado e feito em outros tecidos para esquentar e proteger as mãos e braços do frio.

Após os anos 20, com o impulso do cinema, as luvas se tornaram símbolo de elegância e sofisticação, sendo selecionado como um ótimo acessório para compor um look chique e exclusivo.

Após ser um hit da moda, as luvas foram saindo do cenário de sofisticação e passou a ser utilizada apenas como acessório para proteção.

No entanto, as luvas longas já “deram as caras na semana de moda de Nova York.

Em quase todos os looks do outono-inverno 2015/16 de Marc Jacobs, a inspiração em Diana Vreeland resultou em luvas um pouco acima do cotovelo, em branco e preto. Já na Oscar de La Rentaa aparição foi mais pontual: uma luva preta e uma fúcsia bem longa pra fechar o desfile. E na coleção da Boss elas apareceram com cara de inverno mesmo, em lã, com cores sóbrias como o preto e tons de cinza.

oscar de la rentaOscar de La Renta./Créditos: site O Globo

marc jacobsMarc Jacobs./Créditos: site Moda Terra

E aí, Gaga e Amal abusaram muito?

Até mais!

(Fonte: Semana de Moda de NY?